FANDOM


Kai Barnum

Kai Barnum

Seahunter

Nome Verdadeiro Kai D. Barnum
Pseudônimo(os) Escolhido pelo Oceno
Defensor do Oceno
Kira (Por: Alice)
Seahunter
Afiliação Jovens Titãs
Alice Wonderland
Alinhamento Bom
Sexo Masculino
Altura 1,80 cm
Peso 82 kg
Olhos Azuis
Cabelo Naturalmente Azul Escuro.

História Editar

O Escolhido pelo Oceno Editar

A vida de Kai D. Barnum veio do que se poderia chamar de um "lar desfeito". Seus pais trabalhavam com biologia marinha e oceanografia. Por muitas vezes, eles levavam o pequeno filho em suas viagens de pesquisa e outros trabalhos. Ainda que não entendesse a fundo todo o trabalho de seus pais, Kai tinha desde criança um fascínio grande pelos mares.

Porém, aos seis anos de idade, houve uma tempestade totalmente fora do previsto. Ondas violentas e trombas d´água levaram ao naufrágio do navio de pesquisa em que sua família estava a bordo, o S.S. Seahunter. Contudo, embora não pudesse deter sua própria natureza indomável, o Oceano não podia fazer mal a uma família que dedicava-se à sua proteção. O espírito dos mares então tentou resgatar Kai e seus pais. Contudo, apenas o garoto pode ser salvo, pois seus pais haviam morrido durante acidentes com os destroços do navio.

As correntezas do Oceano então levaram Kai para uma ilha deserta, e em segurança, onde ele teria comida e água para se manter vivo. Por muito tempo, o garoto se ressentiu dos mares pela morte de seus pais. Como o oceano podia ser tão bom, ele pensava, se deixou que boas pessoas como seus pais morressem?

Os anos foram se passando na ilha, e Kai ficou praticamente isolado do mundo, tendo apenas o Oceano como companhia. Aos oito anos, dois anos após o acidente, ele fora resgatado e levado de volta ao continente. Sem ter lugar para ir, Kai foi colocado no sistema de adoção, mas não se adaptava a lugar algum. Sempre fugia e, inevitavelmente, ia para perto do mar. Ele então percebeu finalmente que nunca conseguiria realmente odiar o Oceano, que era o único que realmente o conhecia. O símbolo dos anos com seus pais.

O Oceano em sua totalidade era parte de Kai. E Kai era parte do Oceano. Vendo que aquele era realmente o seu lugar, o garoto resolveu ingressar em diversas lutas pela proteção dos mares. ONG's, trabalhos voluntários, etc. Se fosse pelo bem dos mares, não havia limites para a coragem (ou às vezes imprudência) nas ações de Kai. O Oceano, em seu espírito de liberdade e sabedoria, nunca se esquecera da vida que salvara e que agora fazia o mesmo por ele. Os espíritos dos mares revelou secretamente seus segredos a Kai. Lhe confiou também poderes secretos que os humanos nunca sonhariam ter.

Respirar e enxergar perfeitamente debaixo d'água, se comunicar com os seres marinhos, força e velocidade mesmo sob altas pressões, capacidade de manipular tanto as águas quanto o gelo. Kai agora não era mais apenas um humano comum. Com seus novos dons, ele assumiu uma nova identidade como Seahunter, o protetor dos Oceanos, adotando o nome do navio no qual sua família naufragou, como uma homenagem aos seus pais e ao trabalho deles.

Por muitos anos, Kai continuou a proteger os mares e oceanos, sem é claro ultrapassar quaisquer limites do que seria moralmente correto. Ele seria um guardião, não um destruidor. Seus atos foram tão impressionantes que chamaram a atenção de Arthur, o Aquaman, Rei de Atlântida, que convidou o rapaz para viver em seu reino. Por muito tempo Kai se mostrou relutante em aceitar o convite, mas por fim o aceitou, com uma única condição. Ele serviria aos oceanos, mas ainda que respeitasse as ações de Arthur, não trabalharia diretamente para o Rei de Atlântida.

A visão de que o Oceano poderia reger a si próprio, de certa forma, fez sentido para o Aquaman, que como prova de boa vontade, presenteou Seahunter com um tridente mágico que responderia unicamente ao rapaz.

Poderes e Habilidades Editar

  • Manipulação D'água: Um dos poderes que Kai recebeu como presente dos espíritos do Oceano foi a manipulação mágica da água em estado líquido. Com isso, ele pode criar grandes ondas, rajadas de água de alta pressão com efeito cortante, absorver umidade do ar para se manter longe de corpos hídricos por mais tempo, e até mesmo se tornar invisível na água, alterando a composição celular para se mesclar ao ambiente.
  • Manipulação do Gelo: Em combinação com a manipulação da água, Kai também recebeu o dom de manipular magicamente o gelo à sua vontade. Ele pode reduzir a temperatura da matéria como quiser, de modo a criar gelo à partir da água ou da própria umidade do ar. Com certo nível de concentração, pode congelar metais, tecidos orgânicos, etc., até o ponto da ruptura por frio. Essa habilidade permite a Kai criar diversas estruturas de gelo, como escudos, armas, pistas, entre outros, além de permitir que seu corpo tenha alta tolerância a temperaturas extremamente baixas. Contudo, Kai não possui a capacidade de se mimetizar em gelo.
  • Comunicação e Ligação com o Oceano: Por ter sido protegido pela força dos Oceanos, Kai desenvolveu uma conexão especial com os mares, que lhe conferem a capacidade de se comunicar telepaticamente com criaturas marinhas, bem como sentir as necessidades dos Oceanos. Se, por exemplo, resíduos são despejados diretamente nas águas do mar, ou se a vida marinha sente-se ameaçada de qualquer maneira, Kai consegue sentir instintivamente, não importando se está em terra ou na água.
  • Força Sobre-humana: A fisiologia de Kai foi modificada pela proteção do Oceano para torná-lo semelhante aos atlantes. Por isso, seu corpo se tornou forte e resistente para suportar as enormes pressões submarinas. Isso se refletiu em grande força e resistência em terra, tornando-o capaz de erguer grandes pesos acima da cabeça ou de golpear com força extrema.
  • Velocidade Submarina: Com a benção dos mares, Kai consegue nadar a altíssimas velocidades, sem grande esforço e independente da profundidade. Em sua velocidade máxima, ele pode chegar até 1000 nós, algo próximo a 515m/s debaixo da água (ainda que não possa manter essa velocidade para sempre, uma vez que não é um velocista). Em terra, sua velocidade se compara a de um atleta olímpico, um ápice da capacidade humana.
  • Super-Resistência: O corpo de Kai foi alterado magicamente pelas bençãos do Oceano, e também foi aprimorada pelo seu treinamento em Atlântida. Em suma, a sua fisiologia é tão resistente quanto as de um atlante, o que lhe confere uma tremenda resistência a altas pressões, além de uma pele praticamente à prova de balas e golpes diversos.
  • Sentidos Superiores: Além da força e resistência, Kai possui a visão, audição e olfato diversas vezes mais aguçados e avançados do que o de um humano comum, devido à sua fisiologia magicamente alterada. Sua visão, por exemplo, permite que ele veja nas profundezas escuras do oceano, o que garante uma excelente visão noturna quando ele está na superfície.

Equipamentos Editar

  • Espírito do Oceno: Tridente dado a Kai pelo próprio rei Arthur de Atlântida, como prova de boa vontade pelos esforços do garoto em proteger os mares e oceanos. Não tão poderoso quanto o tridente do próprio Aquaman, esta arma ainda assim responde apenas ao Seahunter, e pode aparecer e desaparecer quando Kai quiser. Pode também ser usado para conjurar relâmpagos, porém de potência menor aos do Aquaman.
    Tridente de Kai







Fraquezas Editar

Mesmo podendo permanecer longe do mar por causa de seus poderes, Klaus ainda precisa retornar ao Oceno para recuperar suas forças completamente.